Exames

Doppler Vascular

Um exame de Doppler Vascular é um procedimento indolor que utiliza as imagens obtidas por ultrassonografia, associadas à análise das ondas de som de alta frequência, que fazem uma análise do fluxo do sangue no interior dos vasos (Doppler).

Todos os exames de ultrassom utilizam ondas sonoras de alta frequência e ecos, para obter imagens de estruturas do interior do corpo. Tipos diferentes de sinais são produzidos quando o feixe de ondas sonoras é dirigido a um local particular e as ondas são ricocheteadas no órgão ou tecido do corpo.


Ressonância Magnética

A Ressonância Magnética é um exame não invasivo que consegue obter imagens de alta definição de todos os órgãos do corpo humano. O método se utiliza de um grande campo magnético para adquirir imagens das regiões de interesse para um diagnóstico. Como a ressonância magnética permite obter imagens mais nítidas dos tecidos moles próximos aos ossos, é o tipo de exame mais sensível para avaliar a coluna encéfalo e articulações. É amplamente utilizada para o diagnóstico de lesões relacionadas ao esporte. As imagens permitem que o médico radiologista identifique mesmo pequenas rupturas e outras lesões em ligamentos, tendões e músculos.


Ultrassonografia / Ultrassonografia 4D

A ultrassonografia (ou ecografia) é capaz de produzir em tempo real imagens em movimento das estruturas e órgãos do interior do corpo. Costuma ser usado para fins preventivos, diagnósticos ou como acompanhamento de tratamentos. Através do efeito doppler, a ultrassonografia permite também detectar o sentido e a velocidade da corrente sanguínea em determinado segmento do corpo. É o método ideal para examinar mulheres gestantes, durante o acompanhamento pré-natal, permitindo reconhecer o sexo do bebê antes do nascimento, bem como diagnosticar eventuais alterações morfológicas ou funcionais do feto.

O exame foi aprimorado: agora é possível também observar o bebê em três dimensões e se movimentando em tempo real, o que ficou conhecido por ultrassom 4D. Com a ajuda de um software, as imagens captadas em 3D (ou seja, com altura, largura e profundidade) são agrupadas sucessivamente de modo que os movimentos do bebê possam ser vistos com nitidez durante o exame.


Biopsias Guiadas

O objetivo de uma biópsia é colher material de uma lesão ou de um órgão do corpo para ser avaliado por um médico especialista. Dessa forma, é possível obter informações precisas sobre a natureza das lesões ou grau de comprometimento de um tecido pela doença.

A biópsia percutânea, isto é, através da pele, é realizada sem necessidade de cirurgia. A utilização de métodos de imagem para guiar esse tipo de procedimento é um avanço que permite que as biópsias sejam realizadas com grande precisão e com menor risco, podendo-se detectar precocemente eventuais complicações durante o exame. Além disso, o acesso percutâneo pode ser realizado sob anestesia local, o que evita maiores riscos anestésicos, facilita a recuperação após o procedimento e não deixa cicatrizes como em uma cirurgia.


Tomografia Computadorizada Multislice

A tomografia computadorizada Multislice representa o mais recente avanço na área da medicina diagnóstica que revolucionou o modo pelas quais inúmeras doenças são abordadas. A qualidade das imagens conseguidas por este tipo de equipamento permite a realização de diagnósticos precoces e, muitas vezes, possibilita até que se realizem medidas preventivas para evitar o desenvolvimento de doenças. Esse tipo de exame é realizado por um aparelho computadorizado de alta resolução, que permite avaliar os detalhes de muitos órgãos do corpo.


Mamografia Digital

A mamografia é um exame de imagem, podendo ser compreendida como um Raio X das mamas. É considerado padrão ouro para detecção precoce do câncer de mama. No caso da mamografia digital, os raios X atravessam a mama e atingem um detector que os transmite a um computador – enquanto que no método tradicional a imagem é impressa em um filme. A vantagem do exame digital é a qualidade gerada, de altíssima definição, que permite melhor visualização de mínimas alterações.


Radiologia Digital

Radiografia é a técnica de diagnóstico por imagem mais utilizada. O exame é realizado através de um aparelho, com mesa e tubo de Raio-X que registram uma imagem/radiografia do órgão em estudo, sendo bastante utilizado em avaliação de tórax, coluna vertebral, seios da face, mãos, dedos e ossos em geral. Depois de ler (interpretar) a imagem, o radiologista elabora um relatório que será enviado ao seu médico. A simplicidade do procedimento, a rapidez e a tradição do conhecimento cientifico, baseados em dezenas de anos, são as suas grandes vantagens.


Densitometria Óssea

A densitometria óssea é o exame ideal para o diagnóstico da osteoporose e da osteopenia por detectar a redução da massa óssea de maneira precoce e precisa. É o método mais utilizado para avaliar a densidade mineral dos ossos. A densitometria óssea avalia a coluna lombar, a região proximal do fêmur e o terço distal do rádio. Isso porque essas áreas são as que mais estão sujeitas ao risco de fraturas.